guia de lazer, Viagens & Lazer
Deixe um comentário

Maia, local para Comer, Beber e Viver – Projeto MALGA – Saberes e Sabores da Maia

Aliar a cidade da Maia, e os seus maravilhosos produtos locais, com a dose certa de criatividade, resulta no projeto MALGA – Saberes e Sabores da Maia.

A Maia tem uma longa relação com a gastronomia e com a produção agrícola. Como tal, sendo esse um dos principais fatores diferenciadores da região, o Município da Maia,  com o apoio da Associação Litoral Rural, lançou um projeto, que se divide em 4 momentos, com o intuito de demonstrar que a cozinha não precisa ser aborrecida, sendo assim possível brincar e inovar em receitas extremamente marcantes e características da cidade, promovendo desta forma os produtos e produtores locais.

Os momentos foram divididos em: COMEÇAR, PROVAR, PIQUENICAR E BEBERICAR (ler sobre todos os momentos aqui).

Projeto MALGA – Saberes e Sabores da Maia – cartaz

“Centrado nos produtos hortícolas, frutícolas, laticínios, flores comestíveis, ervas aromáticas e condimentares, aves e outras carnes, ovos, vinho, o MALGA procura evidenciar o potencial gastronómico destes produtos, através da ação e participação de reconhecidos chefs, bartenders, que partirão de um cabaz local de produtos para a apresentação de propostas criativas e inovadoras, transformando os produtos em verdadeiras iguarias. Caldos, sopas, cremes, saladas, pastas, compotas, doces, águas aromatizadas, batidos, sumos naturais serão apresentados em lugares de tradição e trabalho das terras da Maia, como a Quinta da Gruta, o Restaurante da Quinta da Camposa, o Parque de Avioso, ou a Rustic House.

Dia 24 de Março, foi dia de BEBERICAR no extraordinário alojamento local Rustic House em S. Pedro Fins.

O encontro estava agendado para as 16h, um Informal Drink ao fim de tarde ao cuidado do bartender André Almeida, apenas com produtos, frutas e legumes, da terra da Maia.

As opções eram muitas, desde a Sangria do Campo ( puré de kiwi, sumo de laranja, 7up e hortelã), o Cocktail da Terra (kiwi, morango e decorado com uma flor), um Cremoso de Mel e Mirtilo (sumo de mirtilo, xarope de mel, limão e espuma de mirtilo e mel), a Água Aromatizada ( erva príncipe e citronela), Água Aromatizada de Pepino (limão e pepino) e o Sumo da Horta (cenoura, laranja e hortelã)…tudo com produtos frescos e locais.

Os aperitivos ficaram nas mãos da incrível Chef Lígia Santos, a primeira Master Chef portuguesa, que também marcou presença noutros momentos.

A Chef Lígia presenteou-nos com umas tostas de pão doce com ovos e presunto, um torricado com compota de cebola roxa e cogumelos, uma bola de carne, uma salada fresca com tomate cherry, morangos e nozes, umas espetadas de rabanada com morangos e mirtilos, doces maiatos, os escudos e espadas, com curd de limão… tudo incrivelmente fresco e saboroso.

De ressalvar que todo o programa teve uma componente presencial e online, sempre respeitando as regras de confinamento e segurança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s