Saúde Animal: 3 Essenciais que não podem faltar na mala de viagem de um cão

Quem segue o blog sabe que a Queen, um retriever de labrador de 3 anos, vai sempre de férias comigo.

Para os que, como eu, levam os seus animais de férias, ficam aqui alguns essenciais que NÃO podem faltar na hora de fazer as malas deles.

Nota: Passem também pelo post Cuidados a Ter nas Férias com Cães de Porte Grande.

Para além desta listagem que já partilhei no post anterior:

  • Uma ou duas mantas, para que se sintam em casa
  • Os brinquedos preferidos
  • Alimentos
  • Água
  • Sacos do lixo
  • Se for algum cão com necessidade de cuidados de saúde não esquecer de levar os medicamentos
  • Boletim de Vacinas
  • Coleira e Trela

Deixo-vos também algumas dicas que aprendi ao longo destes anos e férias com a Queen.

A Queen é uma cadela que sofre de muitas alergias por isso na mala dela não pode faltar o seu shampoo anti alergias. Quando os cães passam o dia a correr na relva ou até deitados é importante no final do dia dar-lhes um banho para que não sofram de alergias.

Outro essencial, que aprendemos da pior maneira, é o spray para as almofadas das patas.

Se juntarmos calor e cães energéticos no mesmo cenário, pode acontecer o que aconteceu com a Queen nas últimas férias de 2018. Então, fomos de férias e estávamos junto à piscina com ela. Ela correu na relva. Ela correu junto à piscina. Ela entrou na piscina. Ela saiu da piscina. Ela voltou a entrar. Voltou a correr. E resumindo? Queimou as almofadas das patas de tal forma que tivemos de a levar ao colo para o quarto. Depois desta experiência, nunca mais a levei a algum lado em hora de muito calor e levo sempre na mala dela o spray para proteger as patas.

Das patas passamos para as orelhas. Otites são frequentes em cães de orelhas compridas, por isso é preciso ter muita atenção principalmente em férias que envolvam água e/ou vento.

Fazer uma boa limpeza das orelhas à noite é muito importante para o bem estar deles e para os proteger de otites.

 

Observação importante: Estas dicas são baseadas na experiência com a Queen. Cada animal tem as suas necessidades e o que resulta para um cão pode não resultar para outro. Consultem sempre um veterinário.